quarta-feira, 11 de maio de 2011

Na minha fraqueza...



Hoje não me ofereças lenços…
Para absorver as lágrimas
Que teimam em cair…

Hoje não me ofereças sorrisos…
Para calar os soluços
Que asfixiam as palavras…

Hoje não me coloques pachos quentes…
Embebidos em palavras de fantasia
Nas feridas abertas…

Hoje não me peças calma…
Para reprimir o grito da alma
Que me queima o peito…

Hoje não me peças que tenha esperança…
Nas palavras que me gaguejas
Esgotei-a a tentar ser forte…

Hoje…
Deixa-me ser somente eu…
Na minha fraqueza…



Palavras e foto

FlorAlpina

29 comentários:

  1. Há momentos que precisamos ficar sós.Muito lindo o poema, beijos.

    ResponderEliminar
  2. Lindo e há momentos que precisamos disso mesmo.Adorei a foto também!

    beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Flor,
    Há um tempo para chorar, um outro para rir,
    mas nenhum deles é definitivo...

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  4. Na tua fraqueza existe a delicadeza das pétalas tocadas pela brisa!
    Existe a transparência de uma gota de chuva.
    E dentro dessa gota... cabe um universo!...

    Beijos!
    AL

    ResponderEliminar
  5. Belíssimo e forte: temos o direito, sim, de sermos quem somos.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. Olá Flor.
    Há momentos na vida em não conseguimos continuar a fazer da fraqueza, forças. Mas, são só momentos, minha amiga! No entanto, todos temos o direito de fraquejar.
    Quando nos erguemos e secamos as lágrimas, vemos que ficámos mais fortalecidas.
    Um beijinho muito amigo e solidário.
    Janita

    ResponderEliminar
  7. Olá amiga FlorAlpina. O silêncio é a lágrima contida sem a poder partilhar,mas ficamos mais nós.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Olá, Flor!

    Não a conhecendo, acho comovente a sua confissão:
    A vida é como é, as coisas são como são.E tem todo o direito de rejeitar aquilo que acha que não quer, de sentir o que sente, de ser como é.
    Mas,ainda assim, só lhe pode dizer que não desista nunca, dar-lhe o meu abraço amigo e sincero - dito com o coração.
    Um beijnho amigo.
    Vitor

    ResponderEliminar
  9. Somete hoje! Amanhã é outro dia.

    Belo poema.

    ResponderEliminar
  10. Olá Flor...

    Hoje e sempre, que o teu Eu, seja qual for o estado, possa acontecer. Porque a seguir a um momento, outro lhe sucederá e é de retalhos assim, que da fraqueza nasce o sentido, a motivação e a obra acontece com o teu EU tatuado.

    Beijo e kandandos meus.

    ResponderEliminar
  11. Oi,Flor!Tem dias uqe devemos ficar asim mesmo quietos no nosso canto e dar vazão aos nossos sentimentos, sem consolos flaso, sem panos quentes precisamos apenas sentir em paz,seja dor a tristeza seja lá o uqe for...
    Beijos

    ResponderEliminar
  12. FLOR
    Que pena não estarmos juntas
    mas o que importa é que a saúde se recomponha com rapidez...


    um beijinhoooooooooo desde Aveiro

    _________________________


    Agora a poesia
    linda e dorida
    Fiquei muito preocupada
    é apenas poesia??
    Espero que sim...
    Pois quero a sentir-te bem..
    Manda-me para o meu email--o teu telefone.
    beijinhos grande amiga

    ResponderEliminar
  13. Hoje quero ser apenas «Eu» sem rodeios ou falsetes... Naturalmente «Eu» sem me sentir Domada!

    Este meu comentário fará parte da minha lista de "Pensamentos do Dia"... Obg Flor Alpina por despertar o meu Pensar.

    Bom Fim de Semana

    ResponderEliminar
  14. Obrigado pelo post.
    Lindas palavras no seu blog!

    Bj da mais antiga região demarcada do mundo!

    Rui Pires
    OLHAR D'OURO

    ResponderEliminar
  15. amiga dos alpes,
    quantas vezes é só no silêncio da interioridade que nos redefinimos? e todas as fraquezas são estradas que conduzem a qualquer lugar.
    beijinho!

    ResponderEliminar
  16. Depois da tempestade, sempre sai o sol ! Beijos

    ResponderEliminar
  17. Um reencontro consigo mesma. Hora de fazer o balanço, o peso onde o contra prevalece nas contas do dia-a-dia.
    Aquele momento nosso em que precisamos de pensar, ainda quando o desgosto mantem a presença, ocultando a clareza que contrabalance e justifique o que teimamos por não acreditar e ou aceitar... As diferenças sei lá...
    Há momentos que todos assim nos colocamos, a necessidade impar de se buscar...

    Lindo poema, algo que gostaria de ter escrito, momentos que quer calar...

    Lindo fds pra ti Flor

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  18. hoje, dia bom pra me perfumar ao te conhecer.

    beijo do mar, flor!

    ResponderEliminar
  19. Amiga passei para conhecer seu blog encantada
    com seu belissimo poema.
    Um feliz final de semana beijos e beijos,Evanir.

    www.aviagem1.blogspot.com

    ResponderEliminar
  20. existem momentos que nada cala a nossa alma a não ser o nosso proprio espaço e dar o grito libertador

    que pena teres cá estado e não te ter visto e ainda por cima por motivos de saude, espero que tudo esteja melhor,
    beijinhos ternos

    ResponderEliminar
  21. Hoje
    Venho expressamente deixar um beijo e agradecer o carinho pelo aniversário do Zé António


    BEIJOS

    ResponderEliminar
  22. Olá querida

    Obrigada. A volta sempre é um novo começo, encontrei o caminho.

    Assim o hoje é bem vindo.

    Com muito carinho BJS.

    ResponderEliminar
  23. Oi querida

    Saudades de ti, de tuas palavras.
    Um pouco de nós mesmos só há de nos fazer bem.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderEliminar
  24. Amiga Carmen, Flor dos Alpes!

    Deixa que hoje seja um dia menos triste... deixa, por favor.
    Nunca desistas de nada na vida, só porque os dias te açoitam e as noites te agitam.
    Prometes?

    Beijinho

    ResponderEliminar
  25. Minha querida

    Quantas vezes na nossa fraqueza está a nossa força de caminhar, como sempre adorei o que escreves e deixo um beijinho carinhoso.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  26. Seu blog é muito bom por isso vim até o seu espaço e gostei muito do que li por aqui. Tenho um blog Tb gosto d++ de poemas. E estou te seguindo se VC puder da uma passada La no meu blog. VAI SER UM PRAZER SE PUDER ME SEGUIR...Bejs . Déia.........
    Esse é o link do meu blog
    http://wwwdeiablog.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  27. Olá nina Flor...

    A vida é feita de hoje, amanhã ou depois, e se hoje não estamos para amanhã, amanhã estaremos decididamente, muito melhor que hoje...

    Só posso desejar, muitos dias lindos onde nos apeteça ser como somos...

    Beijinhos.

    laura

    ResponderEliminar
  28. Querida Flor há uns tempos que não visitava as minhas amigas da blogosfera, ao chegar aqui deparei com as "brumas" e agora com este poema que reflectem revolta com o seu "toque" que é único e lindíssimo. Das fraquezas vai certamente fazer renascer a força que costuma possuir...a Flor é uma GUERREIRA e até estas, por vezes, têm que descansar.
    Abracinho meu!

    ResponderEliminar