quarta-feira, 2 de novembro de 2011

A páginas tantas...(25)

...(da página 25 do meu livro "nasci com 35 anos")


Oh! Amigo banco de jardim
Do jardim florido proibido que inventei para mim
Num mundo meu tão secreto
Que de modo algum quero em aberto
Quando sinto que se torna longe o perto
Transparente ser, sem essência me sinto,
Carrego encoberto um fardo pesado doloroso
Que transporto em permanente silêncio não minto
Envolto em angústia ânsia e mistério
Tomando minha identidade, fardo malvado e poderoso
Sofro em silêncio, sou inocente, e as culpas que não tenho, eu as admito.
Já nem sei o que penso, já não sei o que digo
Invento verdades por necessidade e omito esmorecida evidentes grosseiras mentiras.
Oh mundo bravio que de sentimentos me esvaías
Médica de mim própria anestesiara o coração, fechei os olhos para não ver, hibernei, ou adormeci só para não sentir dor, por não querer ser, e não gostar de ser, o ser que sou, um SER apático que finge apenas viver.
Estranho ser, que não sabe ser, ou se sabe ser, não sabe ser o quer e sonha ser...e luta sem vencer ao querer ser o ser que sonha...

14 comentários:

  1. Poema da angustia. Um pouco de cada um de nós. Belo poema,
    Um beijo grande

    ResponderEliminar
  2. Imagem bonita e muito bem escolhida, para
    acompanhar tão belo poema....
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Lindíssimo poema que traduz um enorme inquietude!
    Voltou para mim é muito bom!
    Beijo meu!

    ResponderEliminar
  4. Minha querida

    Escreveste e descreveste a angustia de uma vontade que por vezes não pertence ao nosso eu.
    E nem sabes como essas palavras me são familiares.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  5. Um monólogo belíssimo que não só a ti concerne.
    Todas estas interrogações e dúvidas atravessam as mentes de quem não se contenta apenas em viver mas se questiona a cada instante.

    Mais uma vez parabéns amiga Carmen.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Que você seja um grande empreendedor.
    Quando empreender, não tenha medo de falhar.
    Quando falhar, não tenha receio de chorar.
    Quando chorar, repense a sua vida, mas não recue.
    Dê sempre uma nova chance para si mesmo.
    Augusto Cury.
    Meu eterno carinho .
    Um feliz final de semana
    Viva a vida você tem obrigação de ser feliz.
    Viva com alegria cada segundo como se fosse o ultimo.
    Eu sou feliz a unica coisa que podera
    me abater é viver sem o carinho e sem amor.
    Esse carinho que recebo no blog.
    Da outro sabor na minha vida.
    Eu não preciso de nada sómente
    do seu carinho.
    Bjs,e Bjs.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  7. Olá Flor!
    Poema e imagem que se completam...
    Lindo momento! Parabéns!
    Abraços e bom fim de semana!
    Rosana

    ResponderEliminar
  8. Flor dos Alpes!
    E quem tem esta força nas palavras, não hiberna nunca. Apenas descansa!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Flor dos Alpes!
    E quem tem esta força nas palavras, não hiberna nunca. Apenas descansa!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Amiga Carmen!

    Desabafo de quem ousa reflectir para além da rotina... que é igual, exactamente a mesma, em tantos outros casos, nem tu imaginas.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Como posso adquirir o seu livro?Tomei conhecimento do seu blogue através da Ná.
    Voltarei sempre que possível.Me registei.
    Bj.Irene

    ResponderEliminar
  12. Eu conheci essa menina
    que não sabe ainda
    a força que carrega em si...

    Ela é uma mulher guerreira
    tem a luz na dianteira
    e sabe que querendo
    será sempre a mesma guerreira.

    A mulher que luta
    pelo que quer
    que atravessa os mares
    para realizar sonhos.

    Minha querida, a vida é tua
    a luta também
    e cada momento da vida
    é um momento
    que se perpetua...

    Tudo de bom te desejo, e não esqueças nunca que o meu abraço estará sempre contigo, independente da distância...sente-o; é a Energia pura de quem só quer o bem de todos.

    laura.

    ResponderEliminar
  13. ai minha nossa que se passa contigo menina????? que poema tão triste é este?????? amiga há que seguir com a vida,há que lutar,nunca desistir. Força e coragem amiga,beijinhos fofinhos,deixo aqui o meu carinho. boa noite minha querida!!

    ResponderEliminar
  14. Belíssimo Texto, embora triste e misterioso. Foto Belíssima também.
    Parabéns Flor
    Beijo
    G.J.

    ResponderEliminar